sexta-feira, 18 de novembro de 2011

quinta-feira, 17 de novembro de 2011

quarta-feira, 16 de novembro de 2011

Visitante ilustre!!!

Sapo cururu!
Chega todas as noites chuvosas ou frias,
passeia pela varanda como se fosse de casa,
come muitos bichinhos que ficam voando em volta da lâmpada,ou rastejando por ali.
Tipo assim,deu sopa já é! rsrsrs
No início via a gente corria,hoje nem se move ,até parece que ja sabem que não mato e nem permito que alguém o fassa,antes aparecia uns 2 ou 3,agora eles veem em turma de 8 a 10.
Sei que é passageiro ,são apenas primaveril.
Não mato, mas estou ciente do perigo e cuido para que minha filha não se aproxime,
Ela adora ficar na janela assistindo eles se alimentarem ,
Como sei pouco sobre eles resolvi pesquisar e postar algumas curiosidades sobre eles
Observando...
Muito atento.... (percebeu que estava sendo clicado)
E foi embora!
SAPO CURURU (Bufo marinus)
O sapo cururu é o anfíbio mais comum entre a fauna brasileira, medindo entre 10 e 15 cm.
Os macho possuem uma coloração amarelo-parda ou até esverdeada e são menores que as fêmeas, que, por sua vez, são de coloração marrom. Você sabia que o sapo cururu possui duas glândulas de veneno na parte posterior da cabeça?
Ele possui esse mecanismo para se defender de um possível predador, por exemplo, uma serpente.
Quando ele se depara com uma cobra, ele levanta as patas, ficando mais esticado, parecendo maior, e inclina-se como se oferecesse as glândulas de veneno para que a cobra mordesse.
Na maioria das vezes esse mecanismo funciona, pois mesmo que a cobra o morda, ela logo perceberá que ele tem um gosto desagradável, devido ao seu veneno e por esse motivo ela o soltará e, provavelmente não voltará a tentar se alimentar de um sapo cururu novamente. O sapo cururu possui hábitos noturnos e terrestres.
Por esse motivo é mais comum encontrá-lo se alimentando durante à noite.
O sapo percebe sua presa através do movimento que ela faz e também pelo cheiro.
Ele a captura com sua língua e seus olhos grandes o auxiliam a deglutir o alimento, pois quando eles se fecham ajudam a “empurrar” a presa para o estômago.
Os sapos são úteis ao homem porque com seu grande apetite comem muitos vermes, lagartas e insetos nocivos de várias espécies. Na época do acasalamento, que ocorre próximo à primavera, os sapos se deslocam até a margem de poças permanentes e/ou temporárias (lagos, pântanos). Os machos então vocalizam a fim de atrair as fêmeas e aquele que lhe agradar mais poderá copular com ela.
A reprodução é externa e a fertilização dos ovos ocorre através do "abraço nupcial" (cópula) à medida que os ovos são expelidos pela fêmea.
Os ovos são postos em fileiras que podem alcançar até 5 m de comprimento.
Os girinos nascem entre 10 e 16 dias depois e levam de um a três meses pra se tornarem adultos.
Primariamente surgem os membros posteriores e depois os anteriores, terminando com a queda da cauda. O número de espécies de anfíbios vem diminuindo gradativamente, devido a sua alta sensibilidade à poluição da água e do ar.
Dessa forma podem ser considerados excelentes indicadores biológicos de áreas degradadas.
E isso seria mais um bom motivo para conservá-lo.
Fundação Parque Zoológico de São Paulo Setor de Répteis Juliana Bettini Verdiani - Bióloga aprimoranda

Pulseira de couro

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...