quinta-feira, 11 de fevereiro de 2016

Queda de cabelo! Já se perguntou qual é a causa? Veja 10 possíveis causas



10 Causas de Queda de Cabelo

Queda de cabelos, problema que causa pânico em mulheres e homens, nem sempre pode ser completamente evitada, mas pode ser reduzida. 
Os motivos que levam a isso dependem muito de cada pessoa. 
“A queda de cabelo tem várias causas, inclusive genéticas, e essas não temos como intervir, só depois que se detecta”, explica o dermatologista e diretor da regional Rio de Janeiro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD-RJ), Egon Daxbacher.
 Mas alguns fatores inimigos dos cabelos, sejam eles biológicos ou externos, podem reduzir ou até mesmo frear a queda quando evitados.

Tração

De acordo com o dermatologista, evitar o tracionamento nos cabelos é uma forma de conservá-los. “Homens e mulheres que andam com o cabelo muito preso, repuxado,ou que usam por muitos anos o mesmo penteado dividindo ao meio ou pro lado, podem ter mais queda”, explica.

Escova

Isso é bem específico para as mulheres, já que poucos homens aderem à escova. “Essas escovas alisadoras, de uma maneira geral, fazem tração no cabelo”, lembra. Recorrer a este tratamento estético pode provocar grande perda nos fios.

Produtos químicos

Diversos tratamentos de beleza utilizam produtos químicos que, se usados em excesso, podem causar danos ao cabelo. “Alguns tratamentos com formol, tinturas excessivas, podem ser prejudiciais”, diz. Por isso, é fundamental escolher produtos de qualidade e consultar bons profissionais.


Danos térmicos

As pranchas de alisamento, as famosas chapinhas, assim como os cacheadores de cabelos, podem ser outros vilões. Com eles, os cabelos são submetidos a altas temperaturas, que os danificam e provocam queda se usados em demasia. É preciso saber a forma correta de usar.


Alimentação

Uma boa alimentação é a base de tudo, inclusive de cabelos fortes. “Algumas deficiências de vitaminas levam à queda de cabelo”, alerta. Comer frutas, legumes e verduras in natura, equilibrar com carne vermelha, peixe e produtos integrais ajudam nisso.


GENÉTICA

“Se há histórico de calvície na família, a pessoa deve procurar uma orientação dermatológica para descobrir o que fazer o mais cedo possível”, orienta Daxbacher. Nesse caso, serão recomendados tratamentos que podem ser com produtos direto no couro cabeludo ou remédios via oral.


Hormônios

Outra possível causa de queda de cabelos são as doenças hormonais. “Deve-se diagnosticar o mais breve possível e tratar precocemente”, comenta. Os tratamentos variam para cada pessoa.


Doenças do couro cabeludo

A caspa, além de esteticamente não ser agradável porque pode por ficar visível nos cabelos e nas roupas, também pode acelerar a perda de fios. Por isso, assim que detectada, deve ser tratada.


Estresse

O estresse, um dos grandes males da vida moderna, também cobra seu preço nos cabelos. “Tentar levar uma vida mais calma, sem muito estresse, ajuda. Não é causa direta, mas pode influenciar, assim como a ansiedade”.


Medicamentos

Alguns medicamentos podem causar queda de cabelos. Então, ao constatar alguma doença, fique atento para a possibilidade do medicamento recomendado ter esse efeito. E, claro, tome remédios somente com recomendação médica.
Pode causar espanto, mas os dermatologistas garantem que a calvície feminina é um problema comum.

 O transtorno, debatido no 65° Congresso da Sociedade Brasileira de Dermatologia, que aconteceu neste fim de semana no Rio, tem as causas mais diversas. 
Entre as mais comuns estão as mudanças hormonais, a genétic\a e distúrbios como a anemia e o hipotireoidismo. 
Segundo o dermatologista Marcio Rutowitsch, chefe do setor de dermatologia no Hospital dos Servidores do Estado, cerca de 30% das mulheres com 50 anos têm algum grau de calvície. 
É preciso ficar atento aos sinais, já que a queda de cabelo no sexo feminino costuma ser diferente da no masculino.
- São raras as mulheres que ficam completamente carecas. O que acontece é um afinamento progressivo, geralmente a partir dos 30 anos – explica Rutowitsch.
O dermatologista Celso Tavares Sodré, professor da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ), 
alerta que as mulheres devem ficar atentas a alguns sinais especiais, já que, todo dia, 
as pessoas perdem cerca de 100 fios.
 Essa perda só preocupa se os fios começam a se acumular no ralo da pia ou do chuveiro, na escova, nas roupas ou no travesseiro. 
Quando todo o cabelo fica mais ralo, caem tufos ou há um afinamento onde os fios são repartidos, é hora de procurar um médico.
Os tratamentos respondem melhor quando a calvície está em fase inicial e vai variar de acordo com o tipo de queda. 
Para um diagnóstico completo, os médicos costumam recomendar exames clínicos e laboratoriais, como o tricograma (análise dos fios). 
Em alguns casos, é necessário fazer a biópsia do couro cabeludo.

Fonte: Sociedade Brasileira de Dermatologia
 Terra

4 comentários:

  1. Olá! tudo bem?!
    Adorando as dicas do Blog e os textos, parabéns!
    Vou fazer o repelente contra o mosquito, pois já tive dengue ano passado e não quero voltar a ter jamais!
    Eu tive uma forte queda de cabelo 3 meses após ter tido dengue e acabei cortando os fios. Gostei de ler e saber mais sobre isso!
    Beijos!!!
    CamomilaRosa

    ResponderExcluir
  2. Olá,
    Obrigada pela sua visita.
    Que bacana seu blog, ótimas dicas!
    Parabéns!!
    Bjks

    ResponderExcluir
  3. Ótimas dicas, Eliete...Tenho hipotireoidismo e não sabia que podia causar queda de fios!
    Adorei sua visita e o livro "Um dia de ganso" está por volta de vinte e nove reais...Uma boa semana...

    ResponderExcluir
  4. Olá li!
    Vim te visitar e te seguir tbém,pois aqui tbém coisas muito boas e dicas maravilhosas!
    Parabéns pelo Lindo Blog!

    Bjkssss!!!

    Silvana Capozzi

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...